Ex-ministro da Fazenda diz que mercado financeiro prefere Lula a Bolsonaro


Com o acumulo consecutivo dos últimos 12 meses, a inflação chegou a casa dos dois dígitos afetando diretamente o poder de compra dos brasileiros. Segundo o ex-ministro da Fazenda Maílson da Nóbrega, os 10,25% representam um cenário inflacionário que não acontecia desde a época do plano real.

“É uma tempestade perfeita”, comenta Nóbrega. Para ele, o aumentado das commodities, os problemas domésticos, a fragilidade fiscal e a forma como o presidente Jair Bolsonaro vêm governando o país, são as principais causas da incerteza econômica para os especialistas.

O economista ainda disse no Oito em Ponto desta quinta-feira (14) que o mercado financeiro pende a direcionar apoio ao ex-presidente Lula do que a Bolsonaro. “Se a decisão for segundo turno entre 

Bolsonaro e Lula, a minha aposta é que o mercado financeiro vai escolher a Lula”.

Sobre a fala do ministro da Economia referente a diminuição da pobreza no Brasil em entrevista à CNN Americana, Nóbrega diz que não concorda com essa afirmação. “A pobreza aumentou com a pandemia. O número de pessoas passando fome hoje é muito maior em comparação com outras épocas”.

Postagem Anterior Próxima Postagem