Tio é preso por estuprar sobrinhas em comunidade indígena


Investigado por estuprar quatro sobrinhas, um homem, de 40 anos, teve o mandado de prisão temporária cumprido, por policiais da Delegacia Territorial (DT) de Banzaê, no sábado (30). O suspeito e as vítimas fazem parte de uma comunidade indígena, naquela região.

De acordo com a apuração, uma das garotas, de 12 anos, está grávida do abusador. O titular da DT/Banzaê, delegado Equiber dos Santos Alves, explicou que a denúncia chegou à Polícia Civil por meio da Unidade de Saúde da Família (USF), que atende a comunidade. “Durante o atendimento da menina que está gestante, eles nos acionaram”, disse o delegado.

“As investigações também contam com o apoio do Conselho Tutelar e do Centro de Referência da Assistência Social”, acrescentou o titular. Com o cumprimento da ordem judicial, o homem foi encaminhado à DT de Ribeira do Pombal, onde está custodiado, à disposição da Vara Criminal.

 

Ascom-PC

Postagem Anterior Próxima Postagem